07 agosto 2012

Enquanto Síria é objetivo de mercenários, australianos marcham em apoio ao governo e povo sírio

A Síria atrai mais mercenários estrangeiros a cada dia, conhecidos como "Soldados da fortuna" que ocupam aldeias e bairros urbanos apoiados e sustentados por EUA, Turquia, Arábia Saudita e Qatar.

Comentando a captura de mercenários estrangeiros em Aleppo, o perito Vitali Naumkin disse à Voz da Rússia:

"Não há nada de novo na participação de oficiais turcos e sauditas da operação, porque é conhecido que o chamado Exército Livre da Síria é armado, treinado e abastecido por instrutores de vários países árabes, da Turquia também. Não há nada de surpreendente que hoje estas pessoas participam diretamente em ações militares, talvez como instrutores ou como mercenários. O fato de eles terem sido capturados e, possivelmente, serem demonstrados por meios de comunicação social não alterará nada. Os países referidos apoiam abertamente a oposição síria."

Segunda-feira, um representante anônimo da Administração dos Estados Unidos declarou que Barack Obama teria assinado uma deliberação, permitindo que a CIA e outros departamentos americanos prestem assistência aos rebeldes sírios. Ao mesmo tempo, o jornal Washington Post comunicou que senadores republicanos influentes exigiram que a Administração americana comece a apoiar ativamente a oposição armada na Síria. Os autores desta iniciativa afirmam que a falta de vontade dos Estados Unidos de intervir na Síria teria contribuído para prolongar e tornar mais sangrento o conflito naquele país.

Há dias, canais televisivos mundiais exibiram um posto de controle na fronteira sírio-turca, ocupado pela oposição síria. Um vídeo gravou um grupo de rebeldes armados sob bandeira da Al-Qaeda. Eles revelaram que voluntários da Argélia, Arábia Saudita, Egito e Tunísia combatem na Síria contra Bashar al-Assad. Neste contexto, o jornal saudita Al-Sharq comunicou, citando fontes nos serviços secretos da Jordânia, que do lado da oposição síria combatem não menos de seis mil membros da Al-Qaeda. Ultimamente, este número cresceu em proporção geométrica, refletindo um reforço da intervenção militar externa nos assuntos da Síria.


Lembrando que Al-Qaeda é filha-cria da CIA...

Mas...do outro lado do mundo:


Centenas de australianos saíram neste domingo às ruas de Sidney (sudeste da Austrália) para mostrar sua solidaridade com o Governo do presidente sírio Bashar al-Assad e exortar às potencias estrangeiras a não intervir militarmente nesse país árabe.

Durante a marcha, organizada pelo grupo “Mãos fora da Síria”, os manifestantes levavam bandeiras sírias e cartazes onde se lia: “Graças à Rússia e China pelos vetos” e “Que todo o mundo escute: Síria é nossa nação, Bashar é nosso líder”.

“Estou aqui para mostrar meu apoio ao presidente e ao povo da Síria (…) Temos que expôr as mentiras criadas através dos meios de comunicação”, disse uma jovem que portava a bandeira da Síria.

Uma das organizadoras do evento Hanadi Assoud declarou que os manifestantes estão contra a intervenção dos EUA ou da Organização do Tratado Atlântico Norte (OTAN) nessa nação.

De acordo com a organizadora, as forças da oposição são as responsáveis de qualquer matança que surgiu nesse país.

Desde fins de julho e devido às divergências entre os Governos australiano e sírio, o país árabe fechou sua embaixada em Canberra, capital da Austrália.

Desde mediados de março, os grupos armados, respaldados desde o estrangeiro, minaram a segurança de diferentes partes do território sírio e possuem como meta derrubar o presidente Al-Assad e abrir o campo adequado para uma intervenção militar estrangeira nessa nação árabe.

Fonte: HispanTV, visto em Periodismo Alternativo

Parabéns aos australianos! Claro que não podemos esperar algo parecido no Brasil, existem outras coisas para protestar ou reivindicar caminhos diferentes, é preciso olhar para os problemas de dentro do país com os juros mais caros do mundo antes de olhar para fora...Sem mencionar que a ignorância do povo brasileiro idiotizado pelo William Bonner é tão grande que quando um grupo tenta fazer algo parecido no país, faz besteira. Lembra disso:


Ravena



14 comentários:

  1. Não assito tv fazem uns dois anos à não ser para ver fórmula indy e stock car, pois o resto não me interessa e não presta para nada. Então, hoje eu não sei como andam estas mídias, mas tenho certeza que a idiotização não vem só de Willian Bonner. São todos os canais da tv aberta. Aliás, pior ainda pois nos outros canais, os âncoras (âncora deve estar no fundo do mar) se permitem ou se permitiam opnar dando seus testemunhos e consolidando mais ainda opniões, visões e verdades distorcidas às massas. Tudo o que vem da tv tem apenas propósito de idiotizar, desinformar e criar conceitos distorcendo e invertendo todos os valores.

    ResponderExcluir
  2. Oi Rave, boa tarde. nossa fui mexer com pó no forro de casa ontem, afff e agora estou numa espirração,affff e estou sem ânimo hoje.
    Então, vc viu esta manifestação mostra o outro lado da moeda, só mostram a oposição como os legítimos representantes do povo sírio, assim como fazem uma parte da media ocidental e que pinta Assad como o pior dos monstros. A oposição síria é genuinamente síria para os leigos e se contar que esta oposição financiada pelos EUA, países europeus e alguns da Liga Árabe -estados monárquicos do Golfo, nada mais é que constituída em sua grande maioria por mercenários externos a Síria. Isso ninguém fala num Willian Bonéco do JN-Jornal Namoral, aquele que vc assisti e se dá mal.hahah
    E aqui no Brasil, afff sem coments, o povo só sabe se reunir na frente da tela pra ver macho jogando futilbolas que sai do nada para alcançar lugar algum, e assim vamos indo rumo a um futuro incerto e que nem sabemos quais serão os planos futuros dos senhores do mundo quanto ao Brasil.
    O povo que não abra os olhos bem abertos que algum dia quando nos dermos conta só faltarão oficializar o Brasil como parte integrante de uma meia dúzia de corporações, onde ninguém será dono de nada e ainda terá que baixar a crista de vez para esta elite.
    Espero que não, mas apatia é tanta ( bem sugestiva a eles os senhores do mundo ) ara irem colocando em prática seus sórdidos planos para o Brasil. Porque com algumas regiões a agenda avança cada qual ao seu modo.
    Bjs Rave.

    ResponderExcluir
  3. João Doido,Umarizal-RN7 de agosto de 2012 10:59

    Triste da humanidade se não fosse a ONU,os EUA, os aliados e a União Soviética(27.000.000 de mortos na II Guerra Mundial)....O que Hitler e seus parceiros teriam feito do mundo,não chega nem perto das atrocidades cometidas pelos EUA nas últimas décadas.Aos Anti-Americano,leiam sobre 6 de junho de 1944 e agradeçam pela maior invasão marítima da História,um dia em que a coragem de "alguns" mudou os caminhos da humanidade.Reprovo sim,certas atitudes dos americanos como guantânamo,uso de drones contra populações tribais no Afeganistão,Iêmem e outros países,apoio a ditaduras como a Arábia Saudita e outras mas,por que não atacam o Canadá?,a Suécia?,a Finlândia?,a Inglaterra?,a França? sabem por que??? porque são países justos e de resposabilidade com o seu povo.Quem quiser ficar do lado de Assad fique! ....todos os dias desejo a sua morte,assassino de crianças que não podem sequer chorar em sua pátria! vão no You Tube e vejam as criancinhas mortas na Síria...

    ResponderExcluir
  4. Oi Ravena,

    acho que esta matéria vale um artigo, pois, se estes estudos estiverem certos, nossos filhos ficarão inférteis e não teremos netos ou os netos vão nascer bem fraquinhos, doentes e abaixo do peso e não teremos bisnetos.

    http://www.naturalnews.com/036710_GMO_animal_experiments_infertility.html#ixzz22ochnqSO

    GMOs cause animals to lose their ability to reproduce, Russian scientists discover

    Monday, August 06, 2012 by: Jonathan Benson, staff writer

    According to Voice of Russia, scientists from the National Association for Gene Security and the Institute of Ecological and Evolutional Problems discovered that animals fed GMOs as part of their normal diet eventually develop the inability to reproduce.

    A shocking revelation; the study is one of several that has identified a link between GMO consumption and infertility in recent years.

    Learn more: http://www.naturalnews.com/036710_GMO_animal_experiments_infertility.html#ixzz22t3pOsp0

    ResponderExcluir
  5. Tudo bem Ravena, sinceramente fico pensando em que rumo podemos parar com toda esta radicalização contra os EUA, a pouco tempo apontava como verdade a responsabilidade do fracasos do nosso país aos malvado da America do Norte, com isto me levava a torcer de forma incosciente pelo "fim" do poder deles, entretanto os principais modelos opositores "Russia e China" que muitos torcem para que substitua a hegemonia Americana, caso vença esta batalha como será o tratamento dispensado a suas respectivas populaçõese aliados seria o melhor "controle" de governo para viver?????

    ResponderExcluir
  6. Olá Ravena, vc viu esta materia? em meio a tanta especulação de Anomalia do Atlantico Sul, Crise com o Paraguai etc... resolveram combater o trafico nas fronteiras do Brasil, ou será outro tipo de operação? abraços
    http://g1.globo.com/brasil/noticia/2012/08/brasil-faz-megaoperacao-militar-nas-fronteiras-com-argentina-uruguai-e-paraguai.html

    Jorge David

    ResponderExcluir
  7. Mudanças estão acontecendo,e não só climáticas....
    ABRAÇOS FRATERNOS!
    PAX ET LUX SEMPER!
    Kadudox

    ResponderExcluir
  8. Boa noite, antes que alguém fale, no post sobre olimpíadas disse que sou contra qualquer tipo de competição ou disputa e meu filho me argumentou sobre eu gostar de fórmula indy e stockcar que também são competições e disputas...
    Então vai a explicação: Não torço por ninguém, apenas gosto de ver os carros correndo que nem bobo, ver o desempenho, nas curvas, etc... Não importa quem pilote ou quem, ou qual carro ganhe, o que me interessa são os carros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem coisas que nem a gente mesmo explica porque gosta. Simplesmente gosta. Sei que o futebol é usado como circo, sei que tão sujo quanto a política, com resultados armados, favorecimentos, enriquecimentos ilícitos, que é fútil, etc. Mas ainda assim eu gosto, torço, "sofro" com meu galinho (até que esse ano não estou sofrendo tanto). E faço isso de forma consciente. Vai entender...

      Erico.

      Excluir
    2. Oh gente...gostamos porque gostamos, tem que coisa que não precisa de explicação e distrair a mente de vez em quando é tão importante quanto se concentrar...Equilíbrio sempre...tem gente que acompanha uma novela, séries, filmes, algum tipo de esporte...é saudável dar um tempo para nossa mente...

      Eu não gosto de futebol, acho muuuuito chato, parado...não curto mas adoro vôlei e assisto os jogos, não tem nada de errado nisso...o erro está em viver apenas no modo pão e circo como a maioria.

      Abraços a todos

      Excluir
    3. Concordo Ravena. Imagine só uma pessoa que não gosta de musica, nem de novelas, filmes, games, esportes, séries, livros comerciais... O que ela faz socialmente? Enturmar com uma pessoa assim não deve ser muito fácil. Você foi no ponto: equilíbrio. A menos que queiramos viver como eremitas, devemos viver com equilíbrio...

      Eu gosto muito de jogar. Tem cada história boa sendo lançada para games... Entre os antigos, a história de Final Fantasy VII, por exemplo, mostrava um grupo de eco-terroristas que tentavam parar a Shinra, uma empresa que explorava do planeta uma forma de energia conhecida como LifeStream, que era simplesmente o ciclo das reencarnações, se é que posso dizer assim. Era como a teoria de gaia, na qual dizia que o planeta era vivo e garantia alma, ou energia vital ao seres e esses quando morriam devolviam essa energia consciente ao planeta. Era épico...

      Outra história que também me ensinou muito, nessa mesma época da minha vida, foi Cavaleiros do Zodíaco. Adorava esse anime. Sempre nos mostrava o valor da amizade, o valor dos objetivos, o caminho da superação e da busca da força interior, ou seja, o desenho só tinha coisas boas. Bons tempos, Ravena... Já não fazem desenhos como antigamente. Enquanto tinhamos He-man, She-ra, Duck Tales, Caverna do Dragão, Smurfs e tantos outros as crianças de hoje só tem Ben 10!

      Erico.

      Excluir
  9. Olá Ravena!

    Bom, leio seu Blog a um tempo e gosto muito, mas queria falar minha opinião. A Era dos "ditadores do oriente medio", está chegando no fim, isso é ótimo. Alguns deles falaram demais, certo, mas acabou. O problema é o banho de sangue no país empurrado por países alheios a sua soberania e de interesses obscuros. Isso é incorreto, e deve parar.

    Gosto muitos dos EUA, mas sou averso a seu governo de hoje. Apesar do veto de China e Russia, o governo desses dois países me causa arrepio.

    Forte Abraço

    ResponderExcluir
  10. Realmente, e isso a mídia não mostra.

    Erico.

    ResponderExcluir
  11. Os esportes com certeza são estimulantes.Eles tocam na parte física do homem.Facilmente estimulam o humano na parte física.Principalmente o futebol ,um esporte que nunca pára e cheio de picos de estimulação.


    No entanto acredito que temos que mudar esta situação.Os esportes não tem mais sentido hoje .Eles somente são espetáculo.Tinha propósito o esporte nos tempos antigos.Pessoas com poder e habilidades físicas era importante.Hoje essas habilidades não são importantes.O que sobrou dela é o espetáculo.Por isso acho que o esporte um dia terá que morrer.No máximo sobrará o esporte simples (não esses templos ridiculos que gastam fortunas) e somente como uma diversão ao físico do ser humano.


    Agora a parte ruim ,é que o esporte de hoje passa coisas muito ruins.Gastam fortunas,emburrecem e roubam o tempo do povo com ideologias de guerra ("Corinthians é o melhor.Não é,o São Paulo é melhor.").E estimulam o pensamento único de que somente pela competição (e a sua forma destrutiva .Se o time perder ,ele vai morrer de fome) é o caminho viável para o ser humano.E óbvio , o esporte foca muito no físico bruto/primitivo/competitivo .Não é construtivo e não é de todo valoriza o mental/espiritual.

    ResponderExcluir

Comentário anônimo não será mais publicado devido a inúmeras discussões sem o menor sentido que alguns sem sintonia nenhuma no blog insistem em discutir com o objetivo de tumultuar o espaço que é feito para complementar e compartilhar informações e opiniões (não ofensas), a identificação também facilita o "diálogo".