30 março 2012

Terremotos no Brasil - Mais um tremor de terra em Caruaru - PE, desta vez de magnitude 3.1

Figura 1.  Registro do tremor de Caruaru do dia 29/03 na estação RCBR.

Ontem, dia 29, às 17:15 UTC (14:15 hora local) ocorreu mais um tremor de terra em Caruaru, desta vez de magnitude 3.1 (preliminar), sendo o maior evento ocorrido neste ano em Caruaru. Ele foi registrado por diversas estações operadas pela UFRN a que temos acesso direto. O registro desse evento na estação de Riachuelo (RCBR, convênio USGS/UFRN) é mostrado na Figura 1 (acima).

Como se pode notar, pelas diversas postagens do blog, a magnitude tem aumentado com o tempo. No entanto não é possível prever qual será a evolução da atividade sísmica ora presente em Caruaru. O que vamos tentar fazer é melhorar o monitoramento a partir da próxima semana com a colocação de uma nova estação na região (NBCA), da rede RSISNE, com transmissão dos dados em tempo real. No momento já existem duas estações do projeto INCT-ET operando em Caruaru: CA16 (analógica, no Salgado) e CAVA (digital, no Vasco).


Fonte: LabSis/UFRN; RSISNE; INCT-ET; RCBR
Joaquim Ferreira, Eduardo Menezes


Via: Sismos do Nordeste

4 comentários:

  1. Eu ia comentar no post passado sobre os terremotos no nosso Brasil blindado onde deus resolveu morar, mudando sua confortável poltrona de papai celestial e de sua confortável e macia nuvem branca, para cá... Fala sério....
    O Brasil não está assentado sobre alguma falha ou junção de placas tectônicas e sim praticamente acomodado quase no centro de uma. Dai surgem as perguntas que os especialistas (adoro quando as mídias falam isso) sempre estão com respostas na ponta da língua e ludibriar aos mais incautos.
    Segundo estudos que tenho lido dos “desajustados socialmente, geólogos e cientistas conspiracionistas” (eles adoram nos chamar assim), que isto que está acontecendo no Brasil não tem nada a ver com acomodação de terra. Acomodação de terra geralmente causa depressão no solo, ele afunda pois ha movimentação de terra abaixo que se desloca por uma série de motivos geológicos, mas é apenas movimento de terra. Em acomodação de terra não se gera vibrações que ecoam no ar por longas distâncias (sei bem o que é isto por vivenciar a experiência de um terremoto de 5,3° na escala em fevereiro de 2008 quando morei na Inglaterra, na região de Westmidland)
    Em acomodação de terra o chão não sacode para cima e para baixo e para os lados ao mesmo tempo.
    Lembrem bem, antes acontecia somente na região do norte e nordeste brasileiro e a pouco tempo que começou a se expandir para outras regiões e chegando até aqui em SP. Parece ter muita lógica.
    O que vem acontecendo no Brasil trata-se na verdade de um possível rompimento na placa onde nosso país está assentado, as pressões estão se intensificando e podem se tornar rotineiros estes sismos no país, mas a maioria dos cientistas especialistas de plantão prontos a darem suas respostas não aceitam e respondem com evasivas tipo pessoal da NASA quando aparece algo como o do enorme objeto conectado ao Sol.

    ResponderExcluir
  2. Ravena, já viu isto? Notícia de hoje, 30/3: "Cientistas do País de Gales filmaram tornados gigantes na superfície do Sol, cujo tamanho é diversas vezes o do planeta Terra." http://www1.folha.uol.com.br/bbc/1069364-cientistas-capturam-tornados-na-superficie-solar.shtml

    ResponderExcluir
  3. adorei os seus sites sou super interessada com a ciencia e a geografia




    bjs
    victoria

    ResponderExcluir
  4. achei bastante interessante mais eos tremores de montes claros mg e pirituisibaia

    ResponderExcluir

Comentário anônimo não será mais publicado devido a inúmeras discussões sem o menor sentido que alguns sem sintonia nenhuma no blog insistem em discutir com o objetivo de tumultuar o espaço que é feito para complementar e compartilhar informações e opiniões (não ofensas), a identificação também facilita o "diálogo".