13 março 2012

Dilma cobra rapidez na implantação de chips em veículos até 2014

Segundo publicou o jornal Valor Econômico nesta segunda-feira (12), todos os carros em circulação no território brasileiro poderão ganhar chips de identificação para facilitar a fiscalização. O projeto, na verdade, existe de 2006, porém, só agora deverá entrar em funcionamento, por conta de questionamentos técnicos e várias críticas do Congresso que impediu a instalação do acessório, alegando que o governo estaria criando uma espécie de perseguição ao invadir a privacidade das pessoas.

Mas para aplacar as polêmicas, o governo reformulou por completo o texto do projeto, que já se encontra na mesa do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), para passar no processo de homologação. A publicação do projeto deverá ser realizada no próximo mês. Segundo o documento, o chip será colado (preso a uma etiqueta) no para-brisa dos mais de 70 milhões de automóveis do Brasil. A instalação do componente será efetuada pelos Detrans dos vinte e seis estados nacionais. O Departamento Nacional de Transito (Denatran) quer que até junho de 2014 todos os automóveis estejam com a etiqueta eletrônica posicionada no para-brisa.

Além dos automóveis de passeio, as motos, os ônibus, os caminhões, os tratores e os comerciais leves também passarão pelo processo de chipagem. Quando instalado no veículo, o chip terá os dados do modelo detectado por um sinal de radiofrequência, através de antenas. Essa tecnologia é semelhante ao de pedágio Sem Parar, bastante frequente nas estradas do estado de São Paulo.

Para evitar acusações realizadas contra o projeto anterior, o Detran criou dois bancos de dados diferentes para o armazenamento de dados coletados dos veículos. No primeiro banco serão coletadas informações de veículos que estejam em situação regular, que não tenha nenhum tipo de pendência ou restrição. Já no segundo será armazenado dados de veículos que estejam com licenciamento vencido, falta de inspeção ambiental, notificação de furto ou roubo, bloqueio judicial, dentre vários outros.

Dos automóveis que se enquadram no primeiro banco, o Detran irá capturar o número da placa, o modelo, ano e a cor do veículo. Ao contrário do projeto original criado há anos atrás, não serão armazenadas informações do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam) e do chassi do automóvel. Tais dados ficarão armazenados e disponíveis em até dez dias. Após esse prazo, serão descartados de forma automática.

Já com para os demais veículos que tenham algum tipo de restrição, além dos dados básicos do carro, será informado qual tipo de problema foi detectado. Logo após a inspeção automática, um alerta nacional será cedido aos agentes sobre a situação do carro. Enquanto o problema não for solucionado, as informações permanecerão guardadas.

Fonte: http://www.blogauto.com.br/chip-de-identificacao-podera-ser-instalado-em-todos-os-automoveis-a-partir-de-julho/

Texto adaptado do blog Alerta Total:

O Governo do Crime Organizado prepara uma de suas mais bárbaras inconstitucionalidades: a instalação dos chips identificadores nos 70 milhões veículos automotores, a partir de 2014. Além de movimentar um negócio milionário na implantação, em esquema já fechado com as empreiteiras, este abuso contra o livre direito de ir e vir vai alimentar, ainda mais, a indústria das multas, viabilizando os pedágios urbanos que também afrontam a lógica cidadã de nossa Constituição.

Com o chip (etiqueta eletrônica) instalado nos para-brisas, os veículos terão seus dados captados por antenas eletrônicas espalhadas pelas cidades. Elas serão capazes de rastrear por onde o automóvel passa – o que fere a liberdade de ir e vir. Todos os dados serão centralizados no sistema Detran-Denetran. As informações serão enviadas, on line, para a Polícia Rodoviária Federal, as Companhias de Engenharia de Tráfego e para a Receita e Polícia Federal.

O sistema tem um duplo objetivo: intensificar o controle do Estado sobre a sociedade e aumentar as receitas com a arrecadação de multas de trânsito – grana que entra nos cofres na forma de receitas extra-orçamentárias, livres de fiscalização pelos tribunais de conta. A “chipagem” facilitará, ainda mais, os esquemas de mensalão. O mesmo equipamento de rastreamento deverá ser capaz de identificar o chip da nova Carteira de Identidade – o que vai completar o cerco ao cidadão.

A Presidenta Dilma Rousseff já definiu como uma de suas prioridades e cobrou velocidade na implantação do Sistema Nacional de Identificação Automática de Veículos. Os defensores do esquema alegarão que o Sinav atende apenas à necessidade de “mais segurança” e vão jurar que os dados individuais não serão usados para outros fins. A tese não se sustenta já que, via endereço nos Detrans, qualquer pessoa dona de veículo automotor se torna “encontrável” pela máquina estatal. O BBB sobre rodas é só o comecinho do agravamento de nossa perda de soberania individual no Brasil.

O esquema autoritário se prepara para criar um sistema de fazer inveja ao Ministério de Segurança do Estado, Stasi – a famosa agência de informações e segurança da República Democrática Alemã, a Alemanha Oriental, que nada tinha de democrática no nazi-comunismo que lá vigorou após a 2ª Guerra mundial e durante todo o período da guerra fria, até a queda do Muro de Berlim.

12 comentários:

  1. Não temo por isso, apesar de saber que estou sendo vigiado, não tenho nada a esconder de ninguém. Sobre ser rastreado, até certo ponto é bom, no que tange a violência e socorro por exemplo.
    Não sinto nisto o meu direito de ir e vir estar ameaçado. Neste sentido como comentado, não sinto que estão cerceando seu direito de ir e vir, somente que pague os impostos e ande com seu veículo dentro das leis e condições de uso. Aliás, isto é obrigação de cada um. Se os valores são abusivos, ai é outra coisa, é outro setor...
    Para mim é como o caso que tanto as pessoas falam da indústria das multas. Eu digo que ela só existe porque existe a indústria dos infratores. Existem exageros? Claro, mas dos dois lados. Respeite as leis de transito principalmente e será respeitado o seu direito. tenho carteira e dirijo a mais de 30 anos e viajo direto, e até hoje tive apenas duas multas. Estacionamento e celular.
    Agora se a preocupação e por cauda do que podem fazer no futuro com estas informações todas, não se preocupe, pois não será este a único meio para isto. Existirão outros com certeza.
    Não estou querendo dizer que sou certinho ou melhor que ninguém, apenas não quero deixar mais rastros do que os que somos obrigados a deixar, por isto faço o possível para atender as leis.
    Bom, o que disse aqui é o que penso para a minha pessoa, não vejo onde me causaria problema.
    Quanto aos demais, só os mesmos podem dizer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabéns pelo comentário!!! Concordo com tudo o que disse!!

      Excluir
  2. Desculpe mais não concordo com seu ponto de vista acredito com chipe ou sem o cidadão continuara indoe vindo onde bem queira no meu entender tras mas segurança porque um carro roubado pode ser localizado com mais facilidade e também ajuda na solução de seguestro não digo que o mesmo seja sem por cento seguro concerteza tera falhas e politicos sempre encontrarão um jeito de ganhar dinheiro mas isto não é motivo para tentar dar mais segurança ao cidadão eu acho que quem não deve não teme o que não pode é tornar público os dados dos cidadão e nem por onde ele anda ou deixa de ir essas informações deve ficar restritas as autoridades competentes é apenas uma opinião.

    ResponderExcluir
  3. Oi meninos,

    Essa opinião não é a minha...é um texto do Alerta Total. Quero mesmo é saber como as pessoas vão reagir a isso, minha opinião é clara, é só ler os posts em destaque no canto direito do blog, como esse por exemplo:
    http://evoluindo-sempre.blogspot.com/2011/02/sombra-da-era-de-aquario-nova-ordem.html

    São as mudanças.

    Grata pelos comentários, abraços

    ResponderExcluir
  4. Olá Ravena, eu li este post que colocou na época. Adorei e repassei a muitos amigos e conhecidos meus.
    Sobre o post do chip veicular, eu entendi que não foi seu o comentário, mas mesmo assim, não posso ser contra ele. O meu foi diferente pois a mim não me fere em nada. Vivemos em sociedade e para vivermos em "harmonia" (nem tanto né)temos leis para serem seguidas, senão vira mais baderna do que já é.
    O que penso sobre o sistema, a tal matrix: Infelizmente estamos inseridos nela e não ha como sair. Queira ou não, o sistema te engoliu. Então, eu procuro usar tudo aquilo que o sistema disponibilizou para nos manter dispersos, distraídos, que é 90% dele, procuro usar ao meu favor e me manter ativo, buscando conhecimento porque acredito que será a única coisa que poderei levar quando sair do 3D. O conhecimento se insere na energia e pode ser transportada pelo universo. O resto fica.
    abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sei...só aproveitem a deixa para os que podem se confundir.

      ..."buscando conhecimento porque acredito que será a única coisa que poderei levar quando sair do 3D"...

      A informação é base da criação e sua mente criará com base nessas informações, a informação se expandirá a tal ponto que em algum momento a 3D será apenas passado, apenas uma experiência e sob o julgo dela ficarão apenas aqueles que criam realidades com base nas informações que se afinam a essa dimensão, por isso não há o que temer ou contra o que lutar. Na hora certa de CADA UM não existirão correntes para a mente consciente de sua criação.

      Beijo querido

      Excluir
  5. É Rave, tomara que o sol (que como entidade não tem complacência com ninguém)FRITE esses chip's..rsss

    Mais uma manifestação dele agora a pouco Flare of class M7.9, como pode ver no link abaixo:

    http://www.tesis.lebedev.ru/en/sun_flares.html?m=3&d=13&y=2012

    Dessa vez foi a 1429

    ResponderExcluir
  6. A matéria já diz tudo. Embora o chip seja apresentado como um meio de controle em benefício do cidadão, o objetivo primário é o de aumentar exponencialmente a arrecadação através de multas. O cidadadão será obrigado a apresentar 100% de eficiência quando estiver transitando com seu veículo. Parece uma coisa óbvia, todavia as leis que regulamentam essa atividade são convenientemente planejadas para tornar impossível não ser multado.

    Essas verdadeiras quadrilhas travestidas de governantes são exímias em criar meios de roubar o povo. Criam-os com extrema eficiência e rapidez e no entanto as coisas em benefício do povo sempre carregam inúmeras justificativas para sua morosidade.

    O grande erro dos poderosos foi e está sendo o de não saber frear a ganância e justamente por isso o processo de deterioração das instituições se tornou irreversível.

    ResponderExcluir
  7. Comentários ofensivos e sem nenhuma relação com os temas explorados nos posts, não serão publicados. Acabou a festa para aqueles que só sabem e gostam de espalhar energia conflitante nesse espaço.

    ResponderExcluir
  8. Ainda estou confuso, como isto vai inibir o roubo de carro?

    O ladrao simplesmente tira o chip, risca, ou inutiliza de alguma forma.

    O roubo continuara normalmente, pois, o carro trafega pelo trafego normalmente, nao se pode colocar cancelas nas ruas.

    Neste momento, o ladrao circula livremente e continua a fazer oque sempre fez, roubar, desmanchar e revender.

    Seguranca para nos?

    Piada de mal gosto.

    ResponderExcluir
  9. e o que acontece se alguem conseguir acessar o banco de dados do governo. Estariamos a merce dos bandidos, de todos os tipos. quem vai controlar todos esses dados?

    ResponderExcluir
  10. Na verdade não sei se isso irá resolver o roubo dos carros minha vó ja dizia que pra ladrão não existe fechadura,

    ResponderExcluir

Comentário anônimo não será mais publicado devido a inúmeras discussões sem o menor sentido que alguns sem sintonia nenhuma no blog insistem em discutir com o objetivo de tumultuar o espaço que é feito para complementar e compartilhar informações e opiniões (não ofensas), a identificação também facilita o "diálogo".